(62) 3210-1288
DICAS
Impermeabilização de floreiras
Impermeabilização de floreiras

a) Solução técnica adotada: 

Opção 1 - Massa de regularização impermeável + membrana de base asfáltica moldada in-loco Igolflex Preto + proteção mecânica + sistema de drenagem 

Opção 2 - Massa de regularização impermeável + manta asfáltica préfabricada Manta Sika + proteção mecânica + sistema de drenagem

b) Situações possíveis: 
1 -  Floreiras com infiltrações ( Ação corretiva): Remover toda terra, proteção mecânica, impermeabilização e regularização até chegar na laje antes de executar a nova impermeabilização. 
2 -  Floreiras novas: A estrutura deverá estar plenamente curada

c) Procedimentos executivos para todos os casos: 
1- Limpar bem a superfície e executar regularização com massa impermeável utilizando o aditivo impermeabilizante líquido Sika 1 no seguinte traço: 
1 lata de Cimento + 4 Latas de Areia Lavada média + 1 litro de Sika 1 + 10 litros de água. 

Importante: Misturar o Sika 1 na água antes de preparar a massa 

Detalhes da regularização: 
- espessura mínima de 2 cm 
- caimentos mínimos de 1% em direção aos pontos de escoamento de água. 
- regularização toda área da floreira sem fazer emendas, passando por cima do piso, muretas, face de cima das muretas  
- os cantos de piso/parede devem ser arredondados, não deixando quinas 
vivas

2 –  Impermeabilização: 

Opção 1 :  Após 72 horas de cura da massa impermeável de regularização, aplicar a 1a demão de Igolflex Preto diluída em 10 % de água. Após 24 horas de secagem, aplicar a segunda demão de Igolflex Preto incorporando a tela de poliéster  Sika Tela para reforçar a impermeabilização. Continuar a sequência de aplicação de demãos de Igolflex Preto puro, aguardando a secagem da anterior para a aplicação da posterior. Aplicar no mínimo 4 demãos. Utilizar brocha, trincha ou vassoura de pelo para efetuar a aplicação do produto.

Opção 2:  Após 72 horas de cura da massa impermeável de regularização, aplicar Igol S como primer de aderência em toda laje e rodapés.. Após 24 horas de secagem, aplicar a Sika Manta utilizando o maçarico, fazendo a sobreposição de 10 cm de uma manta sobre a outra. Consultar o departamento técnico da Sika para maiores informações.   

Observações Importantes: 
- Aplicar a impermeabilização acompanhando toda a regularização, sem fazer emendas na mesma demão. 
- Descer a impermeabilização pelo menos 10 cm nos ralos; 
- Deve-se fazer teste de estanqueidade com lâmina d’água sobre a impermeabilização por no mínimo 72 horas; 

3 - Sobre a impermeabilização aplicada, em regiões horizontais, colocar uma camada separadora, filme de polietileno ou papel Kraft, para evitar que os esforços de dilatação e contração da massa de proteção mecânica atuem diretamente sobre a impermeabilização.

4 - Executar sobre a camada separadora a proteção mecânica final com massa de cimento e areia no traço 1:4 em volume e espessura mínima de 3 cm. Em áreas verticais e muretas armar com tela galvanizada hexagonal ou tela de pinteiro. Neste caso dar um cheio com argamassa sobre a tela galvanizada, deixar puxar e fazer o acabamento. 

5 – Após a cura da argamassa de proteção, executar uma drenagem adequada colocando uma camada de brita 1 no fundo da floreira ( 15 cm), totalmente envolvida com um filtro para drenagem chamado GEOTÊXTIL, gramatura 200 g/m2 ( Marcas comerciais: Bidim, Santa Fé, dentre outras). 

6 -  Sobre a brita envolta com o geotêxtil, colocar a terra e ter o cuidado de dimensionar plantas sem raízes profundas.   

c) Consumo dos produtos recomendados: 
• Sika 1: 2 Kg/ saco de cimento  
• Igolflex Preto: 2,5 Kg/m2 • Igol S: 0,3 Kg/m2 
• Sika Manta: 1,1 m2/m2  
OUTRAS DICAS